Browsing Tag

páscoa

Curiosidades

Harmonizando a Pascoa com cerveja

6 de abril de 2017
Harmonização de cervejas e chocolate na páscoa

Estamos aproximando da data mais aguardada pelos “chocólatras” e pelos apaixonados por um bom bacalhau. Uma época que muitos procuram por vinhos que harmonizem com os pratos típicos da data. Porém, com o maior acesso às cervejas especiais muitas pessoas estão descobrindo que as receitas tradicionais da Páscoa harmonizam bem com essa bebida. Então, porque não experimentar uma ou outra harmonização que possa nos surpreender e dar vida nova ao nosso paladar?

A harmonização de alimentos com cerveja é uma busca por um prazer sensorial onde diversas características marcantes de ambos são exaltadas e/ou reveladas. Como a cerveja é uma bebida que possui dezenas de diferentes estilos que, de forma geral, possuem mais compostos aromáticos que o vinho, as possibilidades de harmonização são bem maiores. Isso faz da cerveja uma outra boa opção para os que pretendem ousar na cozinha nessa páscoa.

SALADAS

Para saladas à base de folhas, com pouca quantidade de proteínas como carnes brancas, queijo branco e ricota, uma boa susgestão para essa harmonização é o estilo Weiss, que são as cervejas de trigo tradicionais do sul da Alemanha e com grande difusão no Brasil. São cervejas leves e refrescantes, com aroma frutado marcante e notas de cravo no paladar.

As Witbier também são recomendas por serem cervejas leves que levam condimentos como semente de coentro, pimenta da Jamaica e raspas de laranja em sua receita.

Se a salada for um pouco mais condimentada ou levar uma maior quantidade de proteínas, uma boa opção são as German Pilsen e Bohemian Pilsen, que são um pouco mais amargas que as anteriores.

Primeira pilsen do mundo. Pilsner Urquell

A cerveja Tcheca Pilsner Urquell é a primeira Pilsen do mundo.
foto: Divulgação.

BACALHAU

Como o bacalhau é um dos ingredientes mais apreciados nessa data, seja na bacalhoada, seja em pratos que tenham ele como base, existem algumas opções bem marcantes para harmonização.

Para a bacalhoada em si, são recomendados estilos como American Pale Ale, Witbier e Bohemian Pilsen.

Bolinhos de bacalhau vão bem com Bohemian Pilsen, German Dunkelweizen e Kölsch.

Cerveja Dunk Bier Stern Kölsch

A cerveja Stern, da cervejaria mineira Dunk Bier, é uma excelente representante do estilo Kölsch.
foto: Divulgação.

E para os que querem ousar e se surpreender, uma excelente opção de harmonização é uma salada de bacalhau com alguma cerveja do estilo Gose, que são cervejas levemente ácidas e salgadas. Fica simplesmente perfeito.

CHOCOLATES

Seria um pecado falar de harmonizações para a Páscoa e não falar de chocolate, que ainda é a estrela da festa, mesmo que existam outros doces muito consumidos nessa data.

Chocolate harmoniza bem com cervejas dos estilos Stout, Russian Imperial Stout e Porter. Esses 3 estilos possuem aromas de torrefação, café e chocolate. No paladar, eles são marcados por notas de café e toffee, além de chocolate nas cervejas Porter e Russian Imperial Stout.

Cerveja Vinil 78. Estilo Dry Stout. foto: Divulgação.

Cerveja Vinil 78. Estilo Dry Stout.
foto: Divulgação.

Se estivermos falando de ovos de pascoa recheados não muito doces, as cervejas do estilo Bock harmonizam muito bem. O chocolate irá revelar muito do dulçor do malte dessas cervejas, enquanto a potência do álcool ajuda a cortar o doce persistente do chocolate.

Para sobremesas à base de chocolate como tortas, bolos e cremes, uma harmonização ousada pode ser feita com cervejas do estilo Flanders Red Ale, que possuem notas balanceadas de frutas vermelhas, envelhecimento em madeira, ameixa, leve caramelo e aromas láticos devido à presença de lactobacilos em sua produção. Por ser uma cerveja ácida, essa sua característica irá contrastar de maneira perfeita com o doce do chocolate.

Cerveja Rodenbach Grand Cru.

Rodenbach Grand Cru.
foto: Johnnie Lustoza

E se você quer a sua páscoa recheada de descontos, baixe agora mesmo o aplicativo Price Beer (Google Play e App Store) e tenha acesso a promoções exclusivas nos melhores estabelecimentos cervejeiros.

Download do app Price Beerhttp://pricebeer.com.br/download


Receitas com cerveja

Cerveja artesanal para harmonizar com a Páscoa

23 de março de 2016
Potencializar o sabor da cerveja com o chocolate é uma ótima opção para os amates do malte.

Ninguém dúvida que a cerveja artesanal combina com a comida, principalmente em eventos especiais como a Semana Santa, momento onde se reúne a família e os amigos. Etimologicamente, o termo Páscoa se originou a partir do latim Pascha, que por sua vez, deriva do hebraico Pessach / Pesach, que significa “a passagem”.

Para celebrar este rito tradicional da nossa cultura, existem várias opções de harmonizações entre os pratos típicos da data e as cervejas artesanais.

Para quem gosta de um filé de peixe assado (veja a receita neste link),  a sugestão é  servi-lo acompanhado de uma Witbier, neste caso a Amazon Taperebá. Trata-se de uma cerveja artesanal de trigo do estilo belga, com temperos e cerais não maltados. Este rótulo em específico, contém a cajá-manga, uma fruta típica do norte do País que fornece uma boa acidez, além do paladar vegetal/cítrico. Quando for consumir a  Amazon Taperebá, certifique-se que a cerveja artesanal esteja entre 4º e 5º C, a temperatura é importante porque altera a experiência degustativa.  Vale lembrar que é uma cerveja leve, com grande drinkability, possui 4,7% de álcool e o copo ideal é o tumbler.

Já para quem optar pelo camarão na moranga ( veja a receita neste link) a dica é  uma Fruit Ale que combina  muito bem com  o prato. SchofferhoferGrapefruit Hefeweizen é uma ótima representante do estilo.  O rótulo possui um aroma acentuado de suco de fruta (grapefruit) e limão. O sabor possui um amargor moderado, leve presença de trigo e o final doce, com resquícios amargos como os encontrados em um suco de laranja natural.

O ideal é que a cerveja seja consumida entre 0º 4º C e no copo tumbler,

O tradicional bacalhau a portuguesa (receita neste link) harmoniza muito bem com  a DUM Grand Crua cerveja artesanalpossui um  perfil frutado, alcoólico, médio amargor e alta carbonatação como as do estilo Tripel. Para quem não sabe, o rótulo foi desenvolvido para ser uma belga de trigo,  porém com mais corpo e álcool que uma Wit, chegando próximo a uma Weisenbock belga. Na produção foi utilizado o fermento clássico das belgas de trigo e por isso a graduação alcoólica chegou à 9%. A receita base foi a Witbier caseira da DUM por isso a cerveja artesanal se enquadra numa Double Wit.

Chocolates

Branco: Uma boa opção neste caso, é explorar o estilo Fruit Beer – as cervejas são produzidas à base de frutas, por isso refletem as cores e demais características da fruta utilizada na receita. A nossa dica é explorar um rótulo com adição de frutas vermelhas, porque a cerveja artesanal irá quebrar a doçura do chocolate harmonizará perfeitamente. A belga Lindemans Kriek com 3,5% de álcool é uma ótima escolha.

Ao leite: para acompanhar este tipo de chocolate o ideal é Mark the Shadow. O rótulo é uma Oatmeal Stout, o estilo contém aveia para deixa-la mais encorpada.  Neste caso, a cerveja escolhida possui amargor médio, com 45 de IBU  e 6,5 % de álcool. Outra opção, seria investir em cervejas artesanais com  com perfil de torrefação, médio amargor, e médio corpo como as do estilo Robust Porter.